14 palpites que as grávidas não aguentam mais ouvir

São nove meses de espera... E de muitos pitacos! De crendice sem noção a comentários bem maldosos, as gestantes escutam de tudo e mais um pouco. Haja paciência!

Grávidas costumam ser o centro das atenções por onde passam e isso é maravilhoso. Afinal, que futura mamãe não gosta de ouvir um “parabéns” sincero e os votos de que o bebê venha cheio de saúde? O problema é que nem tudo são flores e tem MUITA gente sem noção por aí!

Às vezes dá a impressão de que certas pessoas acreditam que as gestantes são patrimônio público, né? Os pitacos são os mais variados possíveis e alguns chegam a ser maldosos. Mas será que todas as gravidinhas passam por essas situações? Fomos perguntar quais são os comentários que elas estão cansadas de ouvir.

1. Nossa, você está enorme! Tem certeza de que não são gêmeos?

Precisa dizer o quão deselegante é dizer esse tipo de frase a uma mulher? Mesmo tratando-se de uma grávida, esse comentário se traduz em: “Caramba, você engordou mais do que deveria, não?”. Nunca é demais lembrar que cada corpo reage de uma forma diferente à gravidez e que algumas mulheres vão ganhar mais quilos do que outras. Esse é um problema dela! Só um médico ou um nutricionista podem dizer se a grávida está acima do peso desejável para uma gestação saudável.

2. Menina, você está magra demais. Cadê a barriga?

Outro comentário clássico e desagradável. Não existe um padrão e, dependendo do corpo de cada mulher, a barriga pode demorar mais tempo para aparecer. A maioria das grávidas cria grandes expectativas e espera ansiosamente aquela saliência sob a roupa. Então, ouvir esse tipo de coisa pode ser bem frustrante. Assim como no caso das gestantes que ganham peso a mais, o melhor é não falar coisas desse tipo para não criar uma situação desagradável.

3. Não coma tanto! Desse jeito você não vai voltar ao peso de antes.

Manter uma alimentação balanceada é essencial na gravidez para prevenir problemas para a saúde da mãe e, também, do bebê. No entanto, assim como qualquer outra pessoa, a gestante pode se permitir e comer alguma guloseima de vez em quando. Não se dê ao direito de achar que você sabe o que é melhor para ela. Dicas e conselhos podem ser valiosos, mas ninguém gosta ser policiado pelos outros o tempo todo.

4. Coma mais, você vai ficar anêmica!

Ao que tudo indica, os palpiteiros de plantão jamais estão satisfeitos com a alimentação da grávida! Ao confirmar que o teste deu positivo, qual gestante nunca ouviu a velha máxima de que, a partir de agora, deveria comer por dois? Isso não passa de uma lenda! Como já dito anteriormente, o importante é que ela se alimente de forma equilibrada e não engorde nem demais, nem de menos!

5. Aproveite para dormir agora, porque depois…

“Pois então… Melhor seria estar dormindo do que ouvindo isso”. Mesmo as mães de primeira viagem sabem o que vão encarar pela frente e que algumas (ou muitas) noites serão agitadas. Outra coisa: sono não é cumulativo, né? Na verdade, esse “conselho” não tem nada de útil.

6. Se você dormir demais, seu filho vai ser preguiçoso.

Os palpiteiros também nunca estão satisfeitos com o sono da grávida! Exercícios físicos são importantíssimos na gestação, mas essa pode ser uma fase de cansaço dobrado. Cada caso é um caso, mas uma coisa é certa: repouso durante a gestação não define o quanto a criança será ativa depois de nascer.

7. Prepare-se para a dor do parto, é horrível.

É bem provável que a futura mamãe já esteja se preparando para esse momento! Comentários como esse não contribuem em nada e, pior, podem deixar a grávida ainda mais tensa. É bacana dividir experiências, mas muitas pessoas simplesmente parecem ter o intuito de apavorar a gestante. Desagradável, né?

8. Tem certeza de que você vai optar por esse tipo de parto?

Não tem jeito! Se a grávida decide fazer uma cesariana, ela é bombardeada por comentários negativos. Se opta pelo parto normal, corre o risco de ouvir “Você é doida? Gosta de sentir dor?”. Caso você tenha intimidade com a futura mãe, talvez uma conversa sobre partos possa realmente ser construtiva, mas nem sempre essa é a realidade de quem quer apenas dar seus pitacos. A escolha pelo tipo de parto é extremamente particular e deve ser respeitada.

9. Espere alguns meses para comprar o enxoval. Vai que você perde o bebê!

Troféu indelicadeza para quem se atreve a dizer isso! Sim, até existe lógica nesse pensamento, mas isso não torna o comentário aceitável. Nunca! Você está se referindo à vida do filho daquela mulher. Não é justificável ser leviano dessa forma.

10. Tem certeza de que você continuará com seu pet depois que o bebê nascer?

Gente, os bichos de estimação não são objetos e não devem ser descartados, sabia? É claro que certos cuidados são necessários, mas é perfeitamente viável ter animais e recém-nascidos morando na mesma casa. Além disso, o convívio com pets é saudável para as crianças.

11. Tem certeza de que é menino? A barriga parece de menina!

Muitas crendices estão envolvidas quando o assunto é o sexo do bebê. Até mesmo simpatias parecem colocar em xeque o que foi descoberto em uma ultrassonografia! Mas não adianta tentar saber mais do que o mostrado por um exame – especialmente se a gravidinha fez sexagem fetal.

12. Grávida de novo? Agora chega, né?

Divulgação/Doze é demais Divulgação/Doze é demais

Divulgação/Doze é demais (/)

“Oi, tudo bem? Isso não é da sua conta. Beijos!”

13. Mais um menino? Puxa, você não deu sorte, hein!

Indelicadeza – O Retorno. Pois é, talvez aquela mãe gostaria de ter uma menina e esse tipo de comentário pode chateá-la, sabia? Antes de dizer frases como essa, lembre-se de que nenhuma mãe escolhe o sexo do bebê que tem na barriga – e que aquela criança será amada independentemente disso. 

14. Outra menina? Seu marido não queria um menino dessa vez?

Idem item 13. E mais: o quão arcaico e sexista é acreditar que mulheres sempre desejam ter filhas e homens sempre desejam ter filhos? 

 

Alguns comentários acabam sendo apenas uma forma de puxar assunto, mas não custa estar atento a certas gafes. É muito frustrante (e irritante) para uma grávida o fato de que certas pessoas acreditam ser mais entendedoras daquela gestação do que ela própria. Toda gravidez é cercada de expectativas e dúvidas, mas palpites vazios não ajudam a gestante em nada! 

Outra coisa: muitos palpites costumam vir acompanhados de relatos trágicos a respeito da gravidez de outra mulher. Isso geralmente serve apenas para angustiar a grávida! Você está com a melhor das intenções e realmente quer alertá-la para algo importante? Então encontre uma maneira delicada de fazer isso, por favor! Na dúvida, o melhor é apenas dar incentivo, carinho e votos de felicidade. As futuras mamães agradecem! wink

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s