Quarto Montessoriano: como criar um ambiente que estimula o aprendizado

Conheça esta proposta que valoriza o espaço, o conforto e a autonomia da criança.

Por Luciana Fuoco (colaboradora) Atualizado em 28 abr 2021, 17h58 - Publicado em 3 abr 2015, 15h56

A Pedagogia Montessoriana ou Método Montessori foi desenvolvida por volta de 1907, por Maria Montessori, primeira mulher da Itália diplomada em medicina. Além de médica, Maria Montessori era educadora e seu método propunha a criação de um ambiente de aprendizado mais criativo.

Seu trabalho enfatiza a importância de se criar um ambiente adequado para o desenvolvimento da criança, capaz de permitir a livre expressão de suas capacidades. Em um ambiente rico e estimulante, a criança torna-se capaz de aprender sozinha por meio de suas próprias experiências, desenvolvendo-se de forma espontânea, criativa e saudável.

  • Desta forma, Montessori acreditava que a casa não deve ser para crianças, mas das crianças, ou seja, não organizada para sua chegada, mas estruturada a partir de sua criação. Assim, quando pensamos em uma decoração montessoriana, temos que ter em mente que a proposta é fazer um quarto pensando no bebê e não para uso de adultos.

    Quarto infantil decorado com uma cama montessori branca e tapete branco, com cômoda azul
    meumini.mundo/Instagram

    Também é importante ter uma perspectiva que vai além da aparência puramente decorativa. A prioridade é a liberdade que a criança deve ter. Ponto fundamental, no desenvolvimento da criatividade.

    Lembre-se: esse ambiente tem que ser pensado de forma que a criança fique segura e livre ao mesmo tempo. Tomadas e objetos pontiagudos devem ficar fora do alcance da criança. O objetivo do quarto montessoriano é promover a autonomia dos pequenos, para que a criança cresça com mais independência, mas ainda é preciso monitorá-la com frequência.

    Continua após a publicidade
    Publicidade