Pai fala sobre a falta de suporte dos homens na hora do parto

"A maternidade e paternidade é a coisa mais maravilhosa do mundo, mas estou aqui frisando o quanto é difícil pra mulher", afirmou Danilo na postagem.

Na última segunda-feira, 18, Danilo Jeismann, do Rio Grande do Sul, publicou um relato que viralizou nas redes sociais. Ele postou dois vídeos com a esposa, Cristhiane Abreu, que estava em trabalho de parto, e aproveitou para falar sobre a ausência dos pais no momento do nascimento dos filhos. O educador físico disse que notou essa questão quando estava na maternidade esperando a sua filha, Maria Flor, chegar ao mundo.

“Não contei, mas [tinha] em torno de 15 mães. Porém, o que me deixou perplexo é que se vi 4 pais foi muito! O que eu não consigo entender, pois, desde que soube que minha esposa estava grávida, disse logo de primeira que queria participar desse momento único com ela. Entendo que poderiam haver casais separados, mas nada justifica a ausência do pai, pois você separa da mãe, mas JAMAIS de um filho”, comentou.

Ele continuou o texto dizendo que a falta de apoio dos homens nesse momento tão importante o surpreendeu negativamente. “Ser marido e pai não é só colocar uma aliança no dedo e fecundar seu ‘melhor espermatozóide’ a um óvulo! Ser marido e pai é fazer seu papel de HOMEM! ‘- AH! Mas ele tem medo de passar mal’. ‘- Ele não aguenta ver sangue’. E desculpas em diante”, afirmou.

Danilo continuou o texto dizendo que as mulheres são incríveis e passam por muitas dificuldades para darem à luz e, por isso, não entende os homens que preferem ficar distantes na hora do parto. “Nunca pensei que era tão difícil pra vocês, mulheres. Desde o princípio a mulher que sente tudo isso. Começam com enjoos, perda de peso no início, mudança total de corpo e sentimentos, hormônios a flor da pele, depois ganha peso, dores nos peitos, dores nas costas, inchaço nas pernas, falta de ar, dores em quadril, aguenta chute nas costelas que os bebês adoram dar… Aí vem o parto, você pensa que vai ser o fim do sofrimento”, relatou.

Ele também falou sobre os desafios que surgem depois do nascimento do bebê – como a amamentação. “-Amamentação é lindo.” É lindo sim, mas não é lindo quando o bico do seio fere, sangra e a mãe chora pra dar leite. A coluna também dói por conta da posição pra amamentar e por aí vai… Entendam: a maternidade e paternidade é a coisa mais maravilhosa do mundo, mas estou aqui frisando o quanto é difícil pra mulher e que é essencial a ajuda do marido“, declarou.

Veja o relato na íntegra:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s