Pai com câncer terminal antecipa o Natal com a família

Inglês com tumor no pâncreas quer que o filho Maxie, de apenas 10 meses, tenha lembranças inesquecíveis dessa data com os pais reunidos.

Por Laís de Andrade Atualizado em 8 dez 2016, 16h05 - Publicado em 8 dez 2016, 16h00

Ter um filho era o grande sonho de Caroline Donoghue, de 37 anos, e Jay Clark, de 41. Após algumas tentativas de fertilização in vitro, o casal inglês finalmente conseguiu o tão esperado positivo: um menininho estava a caminho! Mas dois meses antes do pequeno nascer, o futuro pai sentiu fortes dores no estômago e descobriu que estava com um câncer em estágio avançado no pâncreas.

Apesar da má notícia, Jay decidiu que aproveitaria ao máximo o tempo que teria ao lado do filho, Maxie, que atualmente está com 10 meses. Desde o nascimento do pequeno, ele esteve sempre ao lado do filhote em momentos marcantes ao longo desse quase um aninho de vida: quando nasceram os primeiros dentinhos, quando ele começou a engatinhar, na primeira aula de natação… E até presenciou o bebê dizer “papai” pela primeira vez.

Mas, infelizmente, as notícias não foram animadoras e, após fazer diversos tratamentos, o câncer se espalhou e a condição do inglês se tornou muito complicada. Com medo de não conseguir estar presente no primeiro Natal de Maxie, Jay e sua mulher decidiram antecipar a data, para que eles pudessem ter a memória inesquecível da primeira noite natalina ao lado do bebê. E a comemoração fora de época não poderia ter sido mais linda! A família fez questão de tirar muitas fotos para registrar esse momento mais do que especial, com direito a Papai Noel e neve artificial.

“Ter um Natal antecipado era algo que esperávamos ansiosos e, finalmente, nós pudemos tê-lo. Mas, mesmo assim, eu quase não consegui. Ontem à noite eu estava em agonia com Caroline me dando morfina. Porém, Maxie realmente é o que me mantém vivo. De diversas formas, ele é um pequeno milagre. Qualquer um de nós pode ter câncer. A diferença é que eu tenho o luxo de saber mais ou menos quando e como vou morrer. E isso me dá tempo para me preparar”, contou Jay em entrevista ao The Mirror.

Continua após a publicidade

Pensando no futuro, Jay já preparou algumas cartas surpresas para que o filho abra ao longo de sua vida. “Vou me certificar de que Maxie receba um cartão de Natal e de aniversário até que ele complete 18 anos – assim como presentes em datas significativas. Claro que eu gostaria de estar lá para ele na vida real, mas eu tenho que ir para outro lugar. Eu já aceitei totalmente isso agora. Eu até organizei meu próprio funeral”, declarou o inglês.

Para compartilhar com o mundo todo a história desse valente papai, a família criou uma página no Facebook intitulada “Be More Jay” – “Seja mais como o Jay”, em português – que traz um pouco da trajetória do inglês e divide com mais de 3 mil seguidores as batalhas diárias de Jay.

Continua após a publicidade
Publicidade