Oscar reúne “Elsas” de várias partes do mundo cantando juntas. Confira!

A dubladora brasileira não participou da apresentação da música "Into the Unkown" e explicou o motivo em suas redes sociais.

Ok, que “Frozen 2” é sucesso no mundo todo nós já sabemos. A segunda parte da trama superou sua antecessora e já detém o título de animação com a maior bilheteria da história! 😱 A novidade agora é que, no último domingo, o filme atingiu novos patamares, ao ter sua música tema performada na premiação de cinema mais reconhecida internacionalmente.

Apesar do longa não ter sido indicado na categoria de Melhor Animação do Oscar 2020 – quem ficou com a estatueta foi “Toy Story 4” -, Frozen subiu ao palco de outro jeito: pelas vozes de Idina Menzel, da cantora Aurora e de diversas dubladoras da personagem Elsa ao redor do mundo.

Junto com as intérpretes norte-americanas da canção “Into the Unkown“, outras nove personalidades estiveram presentes: Maria Lucia Heilberg Rosenberg (Dinamarca), Willemijin Verkaik (Alemanha), Takako Matsu (Japão), Carmen Garcia Saenz (América Latina), Lisa Stokke (Noruega), Kasia Laska (Polônia), Anna Buturlina (Rússia), Gisela (Espanha) e Gam Wichayanee (Tailândia). 

A dubladora brasileira, Taryn Szpilman, não participou da apresentação. Questionada sobre o ocorrido, a cantora postou uma explicação em suas redes sociais, que dizia que, apesar de ter ficado com o coração apertado por não cantar na cerimônia, a escolha da representante da América Latina teve um motivo bastante representativo.

“Quando me consultaram para viajar para Los Angeles e representar o Brasil, foi uma experiência similar a que tive quando passei no teste para atuar e cantar a personagem da minha vida… Tudo parou e tive que respirar muito para acreditar! Uma emoção indescritível, como podem imaginar! Um sonho mágico se realizando que mudaria a minha vida!”, escreveu ela.

“Mas compreendo que, com a morte da atriz Andrea Arruti, dubladora mexicana da Elsa no começo deste ano, que a representante da América Latina seja, de forma muito justa e simbólica, a cantora mexicana que dublou as canções da Elsa (Carmen Garcia Saenz )… E acho que, desta forma, se realiza uma linda homenagem!”, postou Taryn.

A brasileira finalizou dando voz às demais “Elsas” que não puderam estar no Oscar. “Por isso eu recebo esta realidade com o coração apertado (claro, sou humana …), mas aprecio a escolha e vou me emocionar muito vendo as minhas colegas hoje na cerimônia! Todas nós merecíamos estar lá, e sim, poucas foram as privilegiadas, pois não seria possível levar todas, e me solidarizo com a Elsa italiana, francesa, coreana, sueca, grega, portuguesa, indiana, húngara, chinesa, todas as Elsas africanas, do Oriente Médio, e do resto do mundo que não vão ter esta experiência transcendental na vida de um artista como eu”.

View this post on Instagram

Sobre o #Oscar … Eu não ia escrever nada , mas decidi escrever , por vcs , para vcs todos que me marcaram na página @theacademy e @disneyfrozen e que me mandaram inúmeras mensagens lamentando e demonstrando o seu carinho e solidariedade por eu não estar hoje ao lado de algumas colegas que estarão representando a nossa canção da #Elsa na maior celebração universal da arte 💜 quando me consultaram para viajar para Los Angeles e representar o Brasil , foi uma experiência similar a que tive quando passei no teste para atuar e cantar a personagem da minha vida … Tudo parou e tive que respirar muito para acreditar ! Uma emoção indescritível como podem imaginar ! Um sonho mágico se realizando que mudaria a minha vida !!! Na minha visão , com a morte da atriz dubladora mexicana da Elsa no começo deste ano , a representante da “América Latina “ é de forma muito justa e simbólica , a cantora mexicana que dublou as canções da Elsa … E acho que desta forma , se realiza uma linda homenagem ! Por isso eu recebo esta realidade com o coração apertado ( claro , sou humana …) mas aprecio a escolha neste sentido e vou me emocionar muito vendo as minhas colegas hoje na cerimônia !Todas nós merecíamos estar lá ,e sim , poucas foram as privilegiadas , pois não seria possível levar todas , e me solidarizo com a Elsa italiana , francesa , coreana , sueca , grega ,portuguesa , indiana , húngara , chinesa , todas as Elsas africanas , do oriente médio , e do resto do mundo que não vão ter esta experiência transcendental na vida de um artista , assim como eu ❄️ mas seguirei sonhando e realizando o meu sonho como esta menina da foto , que desde essa idade sonhava em atuar e cantar , e sonhava em ser uma princesa … E que realizou de fato todos estes sonhos , amém ! Que as Elsas escolhidas desfrutem esta benção hoje de forma brilhante e que #minhaintuicao #intotheunknown leve a estatueta pelo nosso amado filme ! Esqueci de dizer que a melhor coisa de viver a Elsa é o fato de estar tocando tantos corações e receber as mensagens mais lindas da minha vida que estão aqui nos meus álbuns dos stories , para que eu nunca mais me esqueça da grande epifania da minha vida 💋sou grata

A post shared by Tαrψη (@taryn_oficial) on

Será que “Into the Unkown” bate o hit “Let It Go“? Façam suas apostas! Por enquanto, fique com o vídeo emocionante da apresentação completa:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s