“Não seja tão dura com você mesma”, aconselha Christina Aguilera sobre as cobranças da maternidade

Mãe de dois, cantora pop critica as exigências feitas às mulheres após o nascimento dos filhos.

Por Nathália Florencio Atualizado em 31 out 2016, 17h07 - Publicado em 2 fev 2016, 19h08

Capa da edição de março da revista americana Women’s Health, Christina Aguilera falou sobre a maternidade e a pressão que as mulheres sofrem após a chegada de um filho. Aos 35 anos, a cantora é mãe de Max, de 8 anos, e da pequena Summer Rain, de 1 ano e 5 meses e, em entrevista à publicação, afirmou que deseja dar voz e empoderar outras mamães para que elas não se sintam obrigadas a ser tudo ao mesmo tempo. “Nós somos cobradas para engravidar, ter filhos, amamentar e aparecer maravilhosas logo após o nascimento do bebê. A manter os maridos e namorados interessados, porque devemos reconquistar a sensualidade e deixar a relação sempre quente entre quatro paredes”, ressaltou Christina.

Segundo a técnica do The Voice americano, a lista de exigências e imposições que a sociedade faz sobre as mulheres que têm filhos são grandes: “Mães são constantemente cobradas para serem as cuidadoras e provedoras de um lar confortável”. O problema é que essa ideia de que é possível dar conta de tudo – e com perfeição – traz à tona um sentimento tão comum entre elas: a culpa! E não importa se você é mãe de primeira, segunda ou terceira viagem…

No entanto, para a estrela da música pop, a maternidade pode ser vivida com mais leveza, sem se importar tanto com a opinião alheia sobre aquilo que deve ou não ser feito ou seguido por uma mãe “exemplar”. Aguilera defende que as mulheres precisam encontrar tempo para cuidar delas mesmas. “Não seja tão dura. Se algum dia você não se sentir confiante, tente deixe isso pra lá e aproveite o melhor que você pode”, aconselhou Christina. E é o que ela tem feito! “Ter filhos é a maior alegria e eu amo meus filhos”, completou.

https://www.instagram.com/p/BAli7hwhseR/

Christina com a pequena Summer Rain

Divulgação
Divulgação

Continua após a publicidade
Publicidade