Mulher dá à luz quadrigêmeas idênticas menos de um ano após se casar

Em dezembro de 2015, três meses após oficializarem sua união, os canadenses Bethani e Tim Webb foram surpreendidos com a notícia de que seriam pais... de quatro meninas!

Os canadenses Bethani e Tim Webb estavam curtindo a vida de recém-casados quando… PÁ! Ficaram sabendo que seriam pais de quatro bebês. A notícia chegou em dezembro de 2015. O casal não estava fazendo tratamentos de reprodução assistida (que aumentam as chances de uma gravidez de múltiplos) e não contava com filhos tão cedo. A primeira reação de Tim foi quase desmaiar e a de Bethani foi duvidar que o ultrassom estivesse certo. Mas estava mesmo.

No dia 6 de maio de 2016, Bethani deu à luz quadrigêmeas idênticas: as pequenas Abigail, McKayla, Grace e Emily. O caso tem repercutido nas redes sociais porque é algo muito raro de acontecer pelos métodos tradicionais de concepção. Em entrevista ao site do programa Today, do canal de TV americano NBC, um especialista em medicina fetal da Universidade de Mississipi disse que as chances de quadrigêmeos nascerem sem tratamento de reprodução assistida é de 1 em 729 mil. Quando se trata de quadrigêmeos idênticos, a probabilidade cai para 1 em 15 milhões. É, pelo visto, Bethani e Tim tiraram a sorte grande!

Nesta segunda-feira (6), as meninas completaram 1 mês de vida e, segundo a mamãe, passam bem. Agora, os pais estão na expetativa de levá-las para casa. “Nesse momento, eu ainda não sei diferenciá-las“, confessou Bethani ao Today. “Nós vamos pintar o dedão delas e designar uma cor para cada uma”, contou.

Reprodução Facebook/Bethani Esther Irene Webb Reprodução Facebook/Bethani Esther Irene Webb

Reprodução Facebook/Bethani Esther Irene Webb (/)

A mamãe compartilhou também que, apesar de serem muito parecidas, as garotinhas já têm personalidades diferentes: Abigail é enérgica, gosta de chorar e avisa quando está irritada; Emily é ativa; Grace adora olhar para as pessoas; e McKayla é calma, mas chorona. Bethani também relatou que as pequenas amam a companhia uma da outra. “Elas com certeza sentem falta quando estão separadas”, afirmou. 

Enquanto as meninas não deixam o hospital, o pai e a mãe se preparam psicologicamente para a aventura que vem pela frente. “É um pouco angustiante saber que estou tomando conta de quatro bebês pequenos. Mas vai ser bom. Uma vez que elas chegarem em casa e eu tiver uma rotina, sei que não vai ser tão ruim”, disse Bethani à publicação americana. Sorte à família! 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s