Fotógrafa brasileira faz ensaio com crianças em tratamento contra o câncer

Lidi Lopez idealizou o projeto "Magia de Viver" em homenagem ao Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil, que acontece no dia 23 de novembro.

Por Luiza Monteiro Atualizado em 27 out 2016, 19h43 - Publicado em 23 nov 2015, 08h00

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), os tumores malignos são, hoje, a principal causa de morte por doença entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos de idade. Estima-se que sejam diagnosticados, a cada ano, 11.840 novos casos no país. A boa notícia é que os avanços dos últimos 40 anos no tratamento do câncer infantil asseguram, além da cura de 70% dos pequenos que têm um diagnóstico precoce, uma boa qualidade de vida àqueles que se submetem à terapia. Mesmo assim, as sessões quimioterápicas e o abalo emocional afetam bastante o dia a dia desses pacientes.

Com o objetivo de tornar a vida desses meninos e meninas mais leve e alegre, a fotógrafa Lidi Lopez, de São Paulo, criou a campanha “Magia de Viver”, em parceria com a Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer (TUCCA). “A ideia surgiu do desejo de transformar a vida dessas crianças que lutam para sobreviver, levar magia, sonho e encanto em um momento que é difícil e complicado para a maioria”, contou Lidi ao Bebê.com.br.

Conhecida por seus ensaios de gestante baseados em contos de fadas, a fotógrafa convidou oito pacientes do Hospital Santa Marcelina, na capital paulista, para participar do projeto. “Foi gratificante, me deu muito prazer e orgulho poder proporcionar esse momento a eles. Transmitir esperança e contribuir para a transformação dessas crianças de dentro pra fora é algo muito bom”, confessou Lidi Lopez. E os pequenos? “Eles amaram. As meninas, então, ficaram encantadas, trocavam de roupa toda hora, de tiara, adereços… Com certeza valeu muito a pena!”, relata.

Segundo a médica Claudia Epelman, vice-presidente da TUCCA e coordenadora da equipe multidisciplinar do Departamento de Oncologia Pediátrica do Santa Marcelina, ações como essa são importantes para o tratamento. “Isso vem ao encontro da nossa visão de proporcionar entretenimento e interação entre os pacientes e, sobretudo, de resgate da afetividade e autoestima”, diz a médica.  O resultado dessa experiência você confere nas fotos a seguir.

Lidi Lopez
Lidi Lopez

Lidi Lopez
Lidi Lopez

Lidi Lopez
Lidi Lopez

Continua após a publicidade

Lidi Lopez
Lidi Lopez

Lidi Lopez
Lidi Lopez

Lidi Lopez
Lidi Lopez

Lidi Lopez
Lidi Lopez

Lidi Lopez
Lidi Lopez

Lidi Lopez
Lidi Lopez

Lidi Lopez
Lidi Lopez

(Aqui, a fotógrafa Lidi Lopez posa ao lado de seus modelos mirins)

Continua após a publicidade
Publicidade