Feng shui no quarto do bebê

Cores, cheiros, sons... Aprenda a usar a tradição chinesa para harmonizar o ambiente em que seu filho passa a maior parte do tempo.

Do útero para a maternidade. Da maternidade para… o quarto. É ali, naquele cantinho da casa que você preparou com todo carinho, que o seu filho passará a maior parte do tempo. “Nós, adultos, ficamos um terço das nossas vidas no quarto. Os bebês permanecem ainda mais tempo”, afirma Silvana Occhialini, especialista em feng shui de São Paulo.

Nem é preciso dizer que, quanto mais ele for aconchegante e receptivo, melhor para o pequeno. E isso não significa gastar tubos de dinheiro com a decoração. Pelo contrário. “É comum os pais encherem o quarto com brinquedos e penduricalhos, mas isso, em vez de ajudar, acaba prejudicando o equilíbrio energético”, aponta Silvana. “Quando o assunto é harmonizar, menos é mais”, ensina.

Procure tornar o ambiente alegre, arejado e suave. “Ele deve ser propício ao relaxamento do bebê e aos momentos de amamentação”, aconselha Cris Ventura, consultora de feng shui também da capital paulista. Se algo no quarto não vai bem, a criança pode demonstrar irritação, apresentar insônia ou chorar excessivamente. “Os pequenos são intuição pura”, acrescenta a consultora.

Segundo a tradição chinesa, é possível alinhar os espaços de acordo com as forças da natureza e, assim, equilibrar as energias entre as pessoas e o ambiente. É claro que, para isso, o ideal é seguir as orientações de um especialista. Mas existem ideias simples da filosofia oriental que você pode colocar em prática a partir de hoje. Pendurar uma foto dos pais no quarto da criança é uma delas – trata-se de uma forma de transmitir amor e segurança.

Abaixe o tom de voz
A suavidade na maneira de falar é o primeiro sinal de respeito que os pais podem demonstrar pelo espaço da criança. Por isso, modere no barulho e deixe as picuinhas e outros qüiproquós do lado de fora do quarto.

De olho na entrada
Ninguém – nem os bebês – gosta de ser pego de surpresa dentro do seu próprio canto. “O ideal é não deixar o berço de costas para a porta”, diz Silvana Occhialini, especialista em feng shui. Assim, a criança vê quem entra no quarto e tem o controle do seu ambiente. Outra dica: “Prefira os berços com cabeceira inteiriça aos modelos vazados. Eles dão mais segurança”, afirma Cris Ventura, consultora de feng shui.

Cuidado com o móbile
Objetos enormes em cima da cabeça do bebê não são uma boa ideia. Além de assustar o pequeno, sufocam suas energias. Prefira pendurar as prateleiras em cima da cômoda e o móbile ao lado do berço, por exemplo.

Produtos naturais
Quanto menos materiais industrializados, melhor. “O ideal é priorizar tecidos 100% algodão, para evitar alergias”, orienta Cris Ventura. Uma ideia para o piso é usar madeira e, nas paredes, optar por tintas com menor quantidade de produtos químicos.

Evite os eletrônicos
Televisão e computador não combinam com noites tranqüilas de sono. Sua energia eletromagnética continua a ser emanada até 72 horas depois de o aparelho ter sido desligado. Tente deixá-los fora da lista de objetos que decoram o quarto do bebê.

Tato, olfato e audição
Os estímulos sensoriais também são muito importantes nos primeiros meses de vida. A consultora Cris Ventura listou sons, cheiros e cores que podem ajudar a criar um clima mais tranqüilo.

Aromas

  • lavanda: acalma, ajuda a dormir e a ter bons sonhos. É um emergencial para toda hora.
  • tangerina: é ideal para resfriados e revigorante – por isso mesmo, não é aconselhável usar esse aroma à noite.
  • eucalipto: ajuda a respirar melhor e elimina energias negativas. É indicado para ser usado na limpeza do quarto.

Atenção: os óleos essenciais devem ser diluídos em água justamente por serem bastante concentrados.

Cores

  • verde: é uma ótima opção para mães e pais que não querem saber o sexo do bebê. Além disso, é a cor da saúde, do equilíbrio e do crescimento.
  • lilás: relaxante, funciona bem para os detalhes e pode ser combinado com o verde.
  • rosa-claro: contém o elemento fogo, que é estimulante.
  • azul-claro: possui o elemento água, que é pura emoção. É uma cor que acalma, mas deve ser combinada com branco ou outro tom de azul.

Sons

  • cds: dê preferência aos relaxantes, com sons da natureza, como passarinhos, noite com grilos, chuva, baleias e por aí vai.
  • músicas: podem ser clássicas ou simplesmente instrumentais, como as de caixinhas musicais.
  • móbiles: opte por aqueles com sons de natureza ou bem suaves.
  • relógios: somente os sem tique-taque.
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s