Esse desabafo é para as mães que já se esconderam no banheiro para chorar

Em um relato sincero, a mãe sueca escreveu sobre as incertezas que a maternidade traz e deixou um recado carinhoso para quem passa pelo mesmo que ela.

Junto com os momentos de muito chamego e amor, a maternidade tem também os seus episódios desafiadores, como a insegurança de não saber se está fazendo o certo para a criança ou até mesmo o suficiente. Com essas questões dentro de si, a mãe sueca Sara Wanselm fez um desabafo sincero para todas as mães que vivem um misto de altos e baixos ao criar um bebê e que, inclusive, já se pegaram se escondendo no banheiro para chorar por se sentirem esgotadas.

Na foto em que escreveu o relato, Sara aparece sentada no vaso sanitário de casa, com um filho no colo e a outra pequena andando em sua direção.

“Para a mãe que se esconde no banheiro na tentativa de ter um segundo sozinha, com lágrimas escorrendo pelo o rosto – porque você está sem energia. Eu era ela hoje, eu fui ela no passado e eu serei ela no futuro. Para a mãe que está se sentindo insegura sobre o que está fazendo, se perguntando quando essa ‘fase’ irá terminar, se questionando enquanto o seu bebê chora incansavelmente enquanto o dos outros parece um anjo: eu tenho sido ela, e eu vou ser ela de novo”, escreveu Sara.

Ela também desabafou sobre ser a mãe que faria qualquer coisa para ter uma noite de sono inteira, mas não tem nenhuma ajuda. E que também é a mulher que se sente estressada por não conseguir fazer o suficiente durante o dia, e depois passa a noite nervosa porque sente que não teve tempo o suficiente com os filhos.

A influenciadora também citou a solidão que esses momentos desafiadores trazem, dando a impressão de que só você está passando por eles. Mas que não é assim e, aproveitando a deixa, Sara terminou a reflexão com uma mensagem de apoio para quem a segue.

“A maternidade vai mudar a sua vida. Às vezes, é assustadora, drena sua energia e é solitária, mas passará. Passará porque é uma fase de nossas vidas e, quando olharmos para trás, provavelmente perceberemos que era uma fase curta. Mas enquanto estamos nela, lembre-se que você está fazendo um ótimo trabalho, mesmo nos seus piores dias. Que você é muito amada e que ninguém poderia fazer isso melhor do que você”.

E para sanar a curiosidade de todos, Sara explicou como foi feita a foto que ilustrou todo o seu desabafo: “Como nessa imagem que eu estava chorando por todas as coisas que eu citei acima, tentando ir ao banheiro sozinha, mas eles não conseguiram ficar longe de mim nem por um segundo, mesmo (na minha cabeça) com eu falhado. Eles me amam tanto que eles não conseguiram ficar sem mim nem por um minuto. É assim que eu sou tão incrível para eles (e aparamente para Ludwing também, que tirou essa foto para eu me lembrar disso). Todas nós temos dias ruins. Todas nós quebramos. Nós não estamos sozinhas nisso. Nós somos mães, mães incríveis!”.

Veja o desabafo na íntegra:

View this post on Instagram

To the mom who hides in the bathroom in an attempt to get a second alone, with tears running down your face – because you’re all out of energy, I was her today, I’ve been her in the past and I will be her in the future. . . To the mom who’s feeling insecure about what shes doing, wondering when this “phase” will end, wondering why her baby is screaming unstoppable when everyone else’s baby seems like an angel, I’ve been her, and I’ll be her again. . . To the mom who would do anything to get a full nights sleep, but don’t get any help, to the mom who’s slowly falling apart because she’s drained. . . To the mom who’s feeling stressed about not getting enough done during the day and then spends the nights stressed about not spending enough time with her kids, I’m right there with you. . . To the mom who feels alone in all this even when she’s surrounded with people – remember, you’re not alone in this, you’re amazing and you’re rocking motherhood. . . Motherhood will change your life, it’s scary, energy draining and lonely at times, but it will pass – this, will pass, because it’s a phase in our lives and when we look back at it, it will probably be a way to short phase. . . But while we’re in it – remember to remind yourself that you’re doing a great job, even on your worst day, that you’re greatly loved and that no one would do this better than YOU. . . – like in this photo, I was crying in the bathroom for all the things above, trying to go to the toilet alone, but they couldn’t stay way for even a minute, even though I (in my head) was failing, they love me so much that they couldn’t bare to not be with me for 1 minute, that’s how amazing I am to them (and apparently Ludwig who took this photo to remind me of it). . . We all have bad days – we all breakdown, we’re not alone in this – we are mothers, amazing mothers. . . . . . . #motherhood #momlife #mammalivet #mammaledig #lifewithkids #momproblems #parenthood #postpartum #vimedbarn #motherhoodunplugged

A post shared by Sara Celina (@saracelinaa) on

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s