Conheça a animação infantil que superou “Frozen 2” no Globo de Ouro

O filme norte-americano "Link Perdido" surpreendeu na 77ª edição da premiação ao ganhar de longas de grande porte. Saiba mais sobre o enredo!

Por Flávia Antunes 6 jan 2020, 14h56

A 77ª edição da premiação Globo de Ouro aconteceu neste domingo (5) na cidade de Los Angeles, Estados Unidos. A cerimônia elege os destaques da televisão e do cinema, e claro que a categoria de melhor animação era uma das mais esperadas. E não para menos, já que produções de grande porte estavam concorrendo à estatueta, como “Frozen 2” e “Toy Story 4”.

O novo longa da Disney, que dá continuação à história das irmãs Elsa e Ana, era uma das grandes promessas da produtora. O filme estreou em dezembro nos cinemas mundiais e já alcançou a marca de animação com maior arrecadação em bilheteria de todos os tempos: segundo publicação da Variety, ele já acumulou 1,32 bilhão de dólares ao redor do mundo, o que equivale a cerca de R$ 5 bilhões. Já pensou? 

A grande surpresa da noite foi que nenhuma das produções da empresa fundadora do Mickey levou o prêmio para casa. O vencedor, na verdade, foi “Link Perdido”, uma obra da Laika Studios, estúdio estadunidense famoso pela fotografia e direção de arte de animações como Paranorman e Coraline.

  • O longa, que chegou às telonas do Brasil em 7 de novembro de 2019, conta a história de Lionel Frost, o destemido aventureiro que está em busca de uma nova jornada que o coloque no seleto grupo dos maiores investigadores de sua era. Quando o personagem fica sabendo da existência da figura lendária do “pé grande” na América do Norte – o chamado Link Perdido -, considera a deixa perfeita para começar a sua aventura.

    Mas a tarefa não será fácil. Enquanto Frost tenta provar seu valor capturando a criatura, seu inimigo Lord Piggot-Dunceby faz de tudo para impedi-lo. Afinal, nada como uma boa reviravolta para movimentar o enredo, né? O que podemos adiantar é que o protagonista encontra Link, mas a missão não para por aí – e pode ficar ainda mais complicada.

    Além do elogiado trabalho de computação gráfica, que dá naturalidade aos movimentos dos bonecos, a animação também promete boas doses de humor ao público. Uma ótima pedida para a família inteira assistir! Por enquanto, que tal matar a curiosidade com o trailer dublado? Confere só:

    Continua após a publicidade
    Publicidade