Após manifesto na internet, bebê com Down fará parte de campanha

O pequeno Asher, de 1 ano e três meses, havia sido recusado por ser portador da Síndrome de Down.

Por Gabriela Kimura Atualizado em 31 out 2016, 14h38 - Publicado em 29 out 2016, 13h11

Você se lembra do pequeno Asher, o bebê que foi recusado em uma agência de publicidade por ter síndrome de Down e não ser “interessante” para os clientes? A mãe dele, Meagan Nash, contou ao canal de TV norte-americano WXIA-TV que o filho recebeu um convite para participar da campanha da marca OshKosh B’gosh.

A boa notícia veio após o manifesto dela nas redes sociais, com a ajuda da ONG Changing The Face of Beauty (“Mudando a cara da beleza” em tradução livre), com fotos do lindo bebê de 1 ano e 3 meses, pedindo maior inclusão nas peças publicitárias infantis.

Na entrevista, Meagan afirma que ficou nervosa no encontro com o CEO da OshKosh, mas que Asher foi incrível sendo bem ele mesmo. “Ele estava acenando, mandando beijos e o CEO pegou ele no colo, onde ele ficou até o fim”, diz.

Além da OshKosh, Asher também estará na campanha da OBALL 2017 e, possivelmente, da Ingenuity.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade