9 perguntas que não devem ser feitas a uma mulher que voltou de licença-maternidade

Às vezes, nem é por maldade; mas em outras, os colegas de trabalho de uma mulher que ficou alguns meses afastada após o nascimento do seu filho fazem questão de alfinetar a nova mamãe. Perguntamos às nossas leitoras quais foram os maiores absurdos que elas já ouviram. Prepare-se.

 

1. Como foram as férias?

Isso é sério? Além de não saber nada sobre os cuidados que envolvem um recém-nascido, a pessoa que faz essa pergunta está desinformada sobre os direitos trabalhistas do nosso país. A licença-maternidade de quatro meses é garantida por lei – e há, inclusive, um projeto para estendê-la para seis meses.

 

2. Por que você não aproveitou a licença-maternidade para estudar?

Porque ter um bebê inclui noites e dias sem dormir, visitas ao médico, recuperação do parto e da gravidez, dar de mamar a toda hora… Além, é claro, do fato de a mulher ter se preparado – e esperado nove meses (!!!) – para esse momento. Tá bom pra você?

 

3. Aposto que agora você não vai mais querer trabalhar, né?

“Olha, vontade de ficar com o meu bebê não falta. Mas preciso trabalhar para criar o meu pequeno. Sem falar que eu gosto do que faço”. Está aí uma boa resposta 😉

 

4. Xiii, já vi que vai faltar um monte agora. Acertei?

Em primeiro lugar, isso não é da conta de ninguém além do seu chefe. E para quem não sabe, a lei garante dois descansos de trinta minutos cada um, durante o expediente, para que a mulher amamente o seu filho.  

 

5. Esqueceram o bebê dentro da sua barriga?

Quanta indelicadeza! Para começo de conversa, a forma do corpo de uma mulher diz respeito a ninguém menos do que ela mesma. Além disso, essa é mais uma prova de que a pessoa que pergunta isso não sabe nada sobre ter um filho. Algumas mulheres levam meses para perder todo o peso que ganharam na gravidez – sem falar que é normal ficar ansiosa após o nascimento do bebê e acabar comendo mais do que o normal.

 

6. Você teve coragem de deixar o seu bebê na creche?

“Ué, você teria disponibilidade de cuidar do meu filho enquanto eu venho trabalhar?”

 

7. Já deu aquela namorada?

Isso simplesmente não interessa a ninguém que não seja seu parceiro ou sua melhor amiga – e, mesmo nesse caso, você só deve responder quando se sentir à vontade.

 

8. Criou juízo depois que teve filho?

Agora, seus colegas de trabalho também são da sua família?

 

9. Já está pronta para outro?

Mais uma da série “Isto não te diz respeito”. Você não é obrigada a responder se não tiver intimidade com a pessoa ou não estiver confortável. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s