6 cuidados para tomar com as crianças nos bloquinhos de Carnaval

Antes de cair na folia com o pequeno, veja algumas orientações importantes para protegê-lo.

Não são só os adultos que se animam com a chegada do Carnaval. As crianças também gostam de aproveitar a tradicional festa brasileira com tudo o que elas têm direito: fantasias e acessórios, serpentinas, brincadeiras e, claro, os bloquinhos infantis. Mas quais são os cuidados que os pais devem ter com os filhos nesse período de folia? De acordo com Débora Passos, pediatra da Maternidade Pro Matre Paulista, de São Paulo, a principal recomendação é que os bebês participem de festas desse tipo somente a partir dos seis meses, quando as primeiras doses das principais vacinas já foram ministradas.

A especialista também ressalta a importância de escolher bem os passeios que serão feitos com os pequenos: “Todas as atividades ao ar livre são menos perigosas do que as que acontecem em ambientes fechados. Eu prefiro blocos ao ar livre, para não ficar confinando bactérias e vírus”.

Confira outras dicas e saiba como proteger o seu filhote:

1. Atenção ao calor: as altas temperaturas podem ser prejudiciais para os pequenos. Por isso dê preferência às fantasias e roupas confortáveis, que não sejam tão fechadas. “Não deixe a criança exposta muito tempo ao calor excessivo – no máximo uma hora. Passe protetor solar e utilize acessórios, como chapéus”, explica a pediatra Débora Passos.

2. De olho na hidratação: esse é o item principal, que deve sempre ser lembrado pelos pais durante os bloquinhos e passeios de Carnaval com os filhos. “Hidrate muito a criança, oferecendo água durante todo o trajeto”, reforça a pediatra.

3. Cuide da alimentação: esse é outro tópico que merece atenção dos pais. “O ideal é que você siga a alimentação normal da criança. Se quiser levar uma fruta ou sanduíche feito em casa para evitar comprar coisas na rua pode ser uma boa opção”, sugere a médica. Antes das saídas também é interessante oferecer comidas leves e nutritivas.

4. Proteja a criança do sol: seja passando protetor solar nos pequenos maiores de seis meses, seja escolhendo roupas e acessórios apropriados para essa temporada de verão. “Não deixe o seu filho muito exposto. Evite os horários entre 10 e 16h, em que o sol é mais forte. Hoje em dia também é possível encontrar bonés e camisetas com filtro que protegem as crianças”, orienta Débora.

5. Passe repelente: além do protetor solar, é importante proteger o pequeno dos mosquitos. “Crianças podem usar o repelente a partir de dois anos. Antes disso há algumas loções antimosquistos que podem ser utilizadas a partir dos seis meses”, afirma a pediatra. Vale a pena procurar as opções disponíveis no mercado e conversar com o médico do seu filho.

6. Tente não alterar muito a rotina: apesar de toda a diversão, os pais devem se lembrar de que os filhos ainda são pequenos. “A criança tem que brincar, mas seguindo a rotina de sono e de alimentação. Tudo sem exageros, senão ela pode acabar ficando doente”, finaliza Débora.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s