Pós-parto: 5 transformações do seu corpo que provam que você é incrível

Estrias, barriga flácida, seios irreconhecíveis: essas mudanças típicas provocadas pela gravidez são motivo de vergonha para muitas mulheres. Mas a verdade é que elas são absolutamente normais – e provas de que as mães são grandes guerreiras.

Recentemente, a história da americana Lexi Sinclair, que tem um filho de 4 meses e foi reprimida em público por usar biquíni, comoveu muitas mamães. Não é para menos: qual mulher que já teve filho não se sentiu incomodada com o próprio corpo no puerpério? De fato, a gestação traz grandes mudanças, mesmo após o bebê deixar a barriga – estrias, flacidez e quilos extras são algumas delas.

Mas calma lá! É totalmente compreensível levar um tempo para aceitar e se adaptar às transformações físicas dessa nova fase. Só não vale achar que o seu corpo está feio ou deixar isso abalar a sua autoestima. Lembre-se de que todas essas alterações são resultado de uma grande vitória: gerar e nutrir um ser humano. Tem coisa mais linda que essa? 

Para ajudar as mamães a encararem o pós-parto com mais tranquilidade, elencamos algumas das mudanças que preocupam as mulheres nesse período e explicamos por que elas acontecem. Assim, você não terá mais motivos para se sentir insegura por causa da sua nova forma e poderá seguir os passos de Lexi: não deixar que ninguém tente fazer você se sentir mal consigo mesma. Como bem declarou a atriz Anne Hathaway após se tornar mãe“não tem vergonha nenhuma em ganhar peso durante a gravidez (ou em qualquer momento). Não tem vergonha nenhuma se levar mais do que você imagina para perder peso (se você quiser perder)”.

1. Flacidez

Squeeze it in, tonight we are going to party🍾😝 #newyear2015 💃🏼

A post shared by 👩🏼 Line Severinsen (@kosogkaos) on

Uma das principais queixas das mulheres que acabaram de ter um filho é que a barriga, os seios e até o bumbum não estão mais tão firmes como antes. Pudera! O corpo todo se transforma ao longo dos nove meses para comportar o bebê e preparar o organismo para a hora do parto – e também para o período da amamentação. A pele do abdômen fica distendida, os seios aumentam de volume e os músculos do quadril se tornam mais fracos para permitir que os ossos se ajustem para o momento do nascimento. Uma das consequências é a flacidez. Mas você não deve se envergonhar por isso! De qualquer forma, caso seja o seu desejo, essas cheteações podem ser minimizadas ou até contornadas com exercícios físicos e a ajuda de tratamentos estéticos – tudo com a supervisão de um profissional especializado e o aval do seu médico.

2. Estrias

What might happen if you drop your kegel exercises after birth? 😳 #birth #babyfitness not so #strongmom …😝

A post shared by 👩🏼 Line Severinsen (@kosogkaos) on

Além do novo bebê e das obrigações da maternidade, muitas mamães também precisam lidar com essas temidas marcas, que podem surgir não só na barriga, como nos seios e na parte interna das coxas. Elas aparecem devido ao estiramento e à quebra das fibras de colágeno e elastina que sustentam a pele. E, infelizmente, é um problema de difícil solução. Há tratamentos estéticos que podem ser feitos para atenuar as estrias tanto após o nascimento da criança quanto meses depois do parto. Mas o melhor mesmo é prevenir: a hidratação da pele com cremes e óleos durante a gestação é a melhor pedida.

3. Seios irreconhecíveis

De três a cinco dias após o parto, as mamas dobram de volume como forma de preparação para o aleitamento materno. Portanto, não estranhe se os seus peitos estiverem bem maiores do que o normal – é tudo por uma boa causa! Algumas mulheres notam, ainda, que um seio fica maior que o outro. Geralmente isso acontece quando um lado é mais estimulado a produzir leite que o outro. Daí a orientação dos especialistas para dar de mamar de forma alternada.

4. Barrigão

Last thing you want to hear after giving birth😝 #pregnantbelly

A post shared by 👩🏼 Line Severinsen (@kosogkaos) on

Você ainda aparenta estar grávida? Calma! Nem todas as mulheres são agraciadas com a rápida retomada da boa forma após o nascimento do bebê. Aliás, as mamães que conseguem entrar no jeans de antes da gravidez em pouco tempo são exceção! O útero leva, em média, um mês para voltar ao tamanho normal – e a própria amamentação irá ajudá-la a recuperar a forma aos poucos. Já se o ganho de peso foi excessivo durante a gestação, a perda da barriga pode demorar mais tempo. Mas nada de entrar em pânico ou se comparar àquela atriz famosa que exibe um abdômen sequinho dois meses após o parto! A salvação está em equilibrar a dieta e praticar alguma atividade física – assim que o seu médico liberar, é claro! As cintas também podem ajudar a colocar tudo de volta no lugar

5. Quadril mais largo

Muitas mulheres ganham alguns centímetros de quadril depois de darem à luz. Mais uma vez, isso é resultado da preparação do corpo feminino para a gravidez e a hora do parto. Em alguns casos, os ossos voltam à posição de antes; em outros, será preciso conviver com as novas medidas. E não há nada de errado com isso! Com certeza o seu corpo continua lindo – e a sua vida, agora, está muito mais completa!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s