Receba newsletters grátis!

Faça o cadastro e receba por e-mail informações sobre sua gravidez e filhos

  • Gravidez
  • 1º ano
  • 2º ano
  • 3º ano
  • 4º ano
  • 5º ano
  • 6º ano

Navegue pela linha do tempo do seu filho

Saúde

Tipos de anestesia

Qual a diferença entre as anestesias ráqui e peridural. Qual a melhor opção em um parto?

Existem três tipos de anestesia: a raquianestesia, a peridural ou o duplo bloqueio. “A anestesia raquidiana, ou raquianestesia, é a mais indicada para a cesárea, porque, além de perder completamente a sensibilidade da cintura para baixo — ou seja, na área em que será feito o corte —, a mulher não consegue mexer as pernas, o que certamente atrapalharia o cirurgião. Essa anestesia é aplicada de uma só vez, entre duas vértebras da coluna, por meio de uma agulha com a ponta arredondada. Ela atravessa pele, nervos e chega ao liquor, substância que banha a medula nervosa que passa ali no meio", explica o anestesiologista Diego May, do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo..

 

Logo que o medicamento é aplicado, a futura mamãe nota as pernas esquentarem e, em seguida, sente um formigamento. Instantes depois, perde-se a sensibilidade e os movimentos — um efeito que dura, em média, de três a quatro horas, tempo mais do que suficiente para a cirurgia ser realizada”, conta Diego May.

 

No parto normal, há três opções de anestesia. “A primeira é o médico dar uma dose baixa da raquidiana, o que, aliás, costuma ser feito quando a mulher chega à maternidade em trabalho de parto adiantado. A quantidade de medicamento é pequena, mas suficiente para barrar a dor e, ao mesmo tempo, ainda permitir certo movimento das pernas", afirma.

 

Se o trabalho de parto ainda está no meio do caminho, é possível decidir pela peridural — que demora um pouco mais para agir — ou pelo duplo bloqueio. "Na peridural, uma agulha semelhante à da raquianestesia também é introduzida entre as vértebras, mas ela só chega até a dura-máter, uma membrana anterior ao liquor. Ou seja, é uma aplicação, digamos, mais superficial. Ao chegar a esse ponto exato, o anestesista retira a agulha e deixa ali, em seu lugar, um cateter fininho, que vai derramando as drogas anestésicas aos poucos. A mulher perde a sensibilidade para a dor, mas continua dominando seus movimentos da cintura para baixo, por isso pode ajudar o bebê a nascer", explica.

 

A terceira alternativa de anestesia para o parto normal é o duplo bloqueio, que une a raquianestesia e a peridural em um mesmo procedimento. "Uma agulha, similar à da ráqui, encosta na dura-máter, a tal membrana anterior ao liquor. Por dentro dessa agulha vem outra, mais fina, que chega até o liquor propriamente dito. Ali, o médico aplica uma dose baixa de anestésico. A agulha mais fina é, então, retirada e, no lugar, fica um cateter, que alcança a dura-máter para levar, aos poucos, doses de reforço de medicamento conforme o trabalho de parto avança. O efeito no corpo da gestante é o mesmo que na peridural - dá para sentir as pernas e as contrações -, a diferença é que a ação é imediata”, completa o anestesiologista.

Anestesia geral

A anestesia geral em um parto cesárea é utilizada apenas quando os bloqueios espinhais, como a peridural e a raquianestesia, estiverem contraindicados. As principais situações em que a anestesia geral é utilizada são: Cesáreas emergenciais e quando há falha parcial de bloqueio espinhal. “Caso já tivermos começado a cirurgia e o paciente tenha recebido a peridural ou a raquianestesia e continue sentindo um pouco não é possível pedir para ele mudar de posição para aplicar novamente os bloqueios espinhais, então optamos pela geral. Quando ela é aplicada, a paciente irá dormir até a conclusão da cirurgia, então não irá ver o bebê nascer. Também há o risco de parte dos medicamentos da anestesia geral passarem para o filho e ele nascer meio sonolento. Porém, em pouco tempo o pediatra ou o anestesista irá cuidar disso e a criança vai acordar sem maiores problemas”, explica Pires. 

Continue lendo:

- Tire suas dúvidas sobre a dor de parto

Parto normal com anestesia X  parto normal sem anestesia

Métodos para aliviar a dor de parto

A cesárea e a dor

Assuntos: anestesia, peridural, raquidiana, duplo bloqueio, cesárea, parto normal, trabalho de parto