Receba newsletters grátis!

Faça o cadastro e receba por e-mail informações sobre sua gravidez e filhos

  • Gravidez
  • 1º ano
  • 2º ano
  • 3º ano
  • 4º ano
  • 5º ano
  • 6º ano

Navegue pela linha do tempo do seu filho

Beleza

Miniglossário da plástica

Maria Dolores Atualizado em 02.12.2011
003-mini-glossario
Getty Images

Confira abaixo as técnicas cirúrgicas mais empregadas em mulheres que tiveram filhos

Para as mamas

Os especialistas utilizam com mais frequência três técnicas para minimizar as alterações provocadas pela gravidez nas mamas. A mais simples é a mamoplastia de aumento, que consiste na colocação de uma prótese de silicone. Já a mastopeccia com prótese tem como fim aumentar o volume mamário e retirar o excesso de pele que dá o aspecto de flacidez. A mastopeccia remove apenas o excesso de pele. Por fim, vem a mamoplastia redutora. "A opção por uma ou outra vai depender da necessidade e do objetivo de cada paciente", ressalta Fernando Prado Neto. Detalhe importante: a cirurgia plástica não acaba em definitivo com todas as estrias, mas somente com as que estiverem na porção de pele que será extraída durante o procedimento.

 

Para o abdome

Existem duas opções: a abdominoplastia total, na qual é possível retirar maior quantidade de pele; e a miniabdominoplastia, em que a necessidade de remoção do tecido é menor. Nesse caso, a cicatriz é semelhante à de uma cesariana - ou até menor. A lipoaspiração, técnica que seca os pneuzinhos, pode ser associada a esses métodos.

 

Para os pneuzinhos

A lipoasparição, técnica que se vale de um cânula para remover a gordura, é a saída para dar cabo de pneus e afins. Ou seja, ela ajuda a devolver os contornos ao corpo, mas não elimina o excesso de peso. Mesmo mulheres que desejam ter uma segunda ou terceira gestação podem recorrer ao procedimento.


Recomendamos Para Você

Rede MdeMulher
Publicidade