Receba newsletters grátis!

Faça o cadastro e receba por e-mail informações sobre sua gravidez e filhos

  • Gravidez
  • 1º ano
  • 2º ano
  • 3º ano
  • 4º ano
  • 5º ano
  • 6º ano

Navegue pela linha do tempo do seu filho

Enxoval

Como escolher o carrinho de bebê

Fernanda Fontes Atualizado em 15.08.2014
carrinho-de-bebe-enxoval

Thinkstosck/Getty Images

Você sabe o que levar em conta na hora de eleger um modelo para o seu bebê? Especialistas apontam os pré-requisitos para uma escolha prática, confortável e segura.

Os carrinhos de bebê são grandes, não cabem em qualquer canto da casa e não estão entre os objetos mais baratos do enxoval. Mesmo assim, é impossível abrir mão deles. Claro, além de carregar seu pequeno pra lá e pra cá, esse artigo de passeio serve até como berço. Por isso, é superválido realizar uma avaliação criteriosa de cada detalhe dessa peça curinga. Fique atenta aos aspectos mais importantes:

 

Peso: esqueça o design e mire na leveza. É o que faz a diferença no cotidiano.

 

Cinto de segurança: deve ter, pelo menos, três pontos, para separar as pernas da criança. Os cintos de cinco pontos são os mais recomendados, porque também ajudam a firmar os ombros e quadril, evitando que a criança escorregue e caia ou fique presa pelo pescoço. Se o cinto for acolchoado, melhor ainda.

 

Rodinhas: quanto maior o diâmetro delas, mais estável será o carrinho. E devem ficar fora do alcance das crianças, caso contrário elas podem prender as mãos e se machucar. As rodas também precisam deslizar bem. Faça um teste para flagrar eventuais problemas de locomoção.

 

Freios: verifique se, ao travar o carrinho, ele não se movimenta. Esse quesito é fundamental para a segurança do seu pequeno.

 

Assento: O ideal é que ele meça, no mínimo, 28 centímetros de largura. Assim, ele se torna mais seguro e confortável.

 

Portabilidade: nunca compre um carrinho sem antes experimentar fechá-lo e cheque as medidas para evitar surpresas. Alguns deles são impraticáveis no porta-malas. Lembre-se também de considerar o espaço disponível em casa para guardá-lo.

 

Peças: as peças do carrinho devem ser lisas. Nada de bordas ásperas, cantos ou pontas que machuquem.

 

Garantia: confira o certificado de garantia, a procedência do equipamento, os responsáveis pela montagem e a rede autorizada de assistência técnica. Opte por marcas reconhecidas no mercado.

 

 

Leia também: Conheça os tipos de carrinho de bebê

 

A prova dos nove

Testes simples asseguram uma boa compra e evitam arrependimentos futuros. Aprenda:

 

- Simule um passeio (se estiver com o bebê dentro dele, melhor ainda) e teste as funcionalidades do carrinho;

- Observe o sistema de travamento. É ele que evita o fechamento involuntário do objeto;

- Confira se é o artigo é prático de movimentar. Ande em linha reta, faça curvas;

- Ao adquirir um modelo travel system, que é possível encaixar o bebê conforto, dê preferência a um produto da mesma marca;

- Lembre-se da certificação do INMETRO para utilização do bebê conforto em automóveis;

 

Saiba mais: As novas regras do INMETRO e as principais reclamações dos consumidores sobre carrinhos de bebê

 

Fontes

Alfredo Lobo, diretor da Qualidade do INMETRO.

Reynaldo Silva Junior, gerente de vendas da Lenox.


Recomendamos Para Você