Receba newsletters grátis!

Faça o cadastro e receba por e-mail informações sobre sua gravidez e filhos

  • Gravidez
  • 1º ano
  • 2º ano
  • 3º ano
  • 4º ano
  • 5º ano
  • 6º ano

Navegue pela linha do tempo do seu filho

Saúde

Cadeira de segurança para crescidinhos

Angelo Massaine Atualizado em 25.06.2012
Cadeira de segurança para crescidinhos
Alex Silva

Crianças maiores também ficam mais seguras com esse tipo de acessório

 

Engana-se quem pensa que somente os bebês devem ser acomodados em poltronas específicas nas viagens de carro. Mesmo aos 5 anos a criança vai ficar muito mais segura ao se sentar numa cadeira adequada ao seu tamanho. Não é exagero. Estimativas do Ministério da Saúde apontam que o risco de morte de crianças dessa faixa etária nos acidentes de trânsito cai em 71% quando são usados equipamentos de segurança. Eles impedem principalmente que, diante de uma freada, o pequeno seja lançado para fora do carro.

 

Preste atenção na cadeira, já que ela deve apresentar um cinto de três pontos. Só compre aquela com certificado de garantia. Além disso, sempre verifique se ela não está balançando ou mudando de lugar enquanto o carro se movimenta.

 

Uma tarefa que tende a não ser fácil é convencer a criança a usá-la. Afinal, aos 5 anos ele já se sente grandinho para isso. Procure explicar que a cadeira não é coisa exclusiva de bebezinhos. E mostre um atrativo: sentada no acessório, ele ficará alto o suficiente para olhar para fora pelo vidro.

 

Uma coisa é certa: alguma medida precisa ser tomada. Só o cinto do próprio veículo não basta. Ele não foi desenhado para pessoas desse tamanho e não prenderá direito uma criança de 5 anos. Aliás, não prenderá direito nenhum passageiro até 10 anos ou menor de 1,40 metro de altura. Pior, poderá até mesmo machucar, ficando na altura do pescoço um perigo! Se você pretende usá-lo na criança, então é obrigatório comprar um adaptador. E, claro, dê o exemplo: ponha o cinto sempre que entrar no veículo.


Recomendamos Para Você

Rede MdeMulher
Publicidade