Bebês gêmeos: 6 dicas para não enlouquecer nos primeiros meses

Porque essa fase é cansativa, mas também é repleta de descobertas e alegrias!

O teste da farmácia deu positivo e você não poderia estar mais feliz! Chegou a hora dividir a alegria com os amigos e familiares, preparar-se para conhecer o maior amor do mundo, planejar a decoração do quartinho, pensar nos itens que serão levados para a maternidade… Mas durante o exame de ultrassom, você recebe a notícia de que não está esperando apenas um, mas sim dois filhos! Aí a ansiedade surge junto com a seguinte dúvida: como vou cuidar de dois bebês? Tudo será em dobro: as fraldas, roupinhas, mamadas, o trabalho… Mas, com isso, você também descobre que no coração de mãe há sempre espaço para mais um.

Perguntamos nas redes sociais às nossas leitoras que são mães de gêmeos quais são os principais conselhos que elas dariam para os pais que estão se preparando para uma chegada em dobro de crianças. Confira o que elas disseram e fique de olho nas dicas! 

1. Estabeleça uma rotina

(BorupFoto/Thinkstock/Getty Images)

Este é, com certeza, um dos pontos mais importantes. Estabelecer horários para as atividades do dia a dia só traz benefícios: ajuda os pais a se organizarem melhor e os pequenos a entenderem como as coisas funcionam. “A tática é manter uma rotina. Hora para o banho, mamadas, sono… De preferência ao mesmo tempo, para nenhum perder o ritmo. No começo é bem complicado, mas depois você consegue fazer tudo tranquilamente”, relatou Anelize Lima. A leitora Karina Rocha, que é mãe do Pedro, de 6 anos, e dos gêmeos Lucas e Alice, de 2, reforça essa questão: “É importante tentar estabelecer uma rotina para que os dois tirem as sonecas no mesmo horário”. No início pode ser difícil realizar essa tarefa, mas com o tempo, os pais e as crianças se adaptam.

2. Anote as atividades 

(Jovanmandic/Thinkstock/Getty Images)

Pelo menos nos primeiros meses, essa é uma boa tática para ser adotada. No celular ou mesmo em um papel, escreva as tarefas que fazem parte da rotina de vocês: o horário que os bebês mamaram, tomaram banho, trocaram de fralda, foram medicados… Isso ajuda na organização e evita uma confusão entre as crianças. “Meus pequenos têm 4 meses e meio. Estou amando ser mãe de gêmeos! Tudo para mim gira em torno de um caderno onde anoto os horários das mamadas, quanto mamaram, se fizeram xixi e cocô e até mesmo alguma informação adicional sobre o dia deles. Estou apaixonada pelo meu casalzinho”, comentou Marina Minetto Heydrich.

3. Aceite ajuda

(Monkeybusinessimages/Thinkstock/Getty Images)

Cuidar de dois bebês, que demandam muito no começo da vida, não é uma tarefa simples. Por isso, esteja aberta para receber e até mesmo pedir o auxílio de pessoas próximas. “A noite não é fácil. Já passei a madrugada inteira acordada – quando um dormia, o outro acordava. Entrei em desespero porque o meu marido, que ajuda demais, tinha que trabalhar. O bom é eles acordarem no mesmo tempo, pois dá para descansar melhor”, contou Flávia, que engravidou de gêmeos por meio de uma inseminação artificial. E esse apoio pode vir de diferentes formas: de pessoas de confiança que têm disponibilidade para ficar com os pequenos ou até mesmo para fazer uma compra de supermercado e dar uma mão nas tarefas domésticas. “Parabenizo todas que conseguem cuidar sozinhas de seus bebês porque sei o quanto é difícil. Tenho um casal de gêmeos, hoje com dois anos, e sempre contei com a ajuda da minha mãe e da minha sogra porque trabalho fora. Mas ainda assim é bem complicado. Só com fé e coragem a gente consegue”, escreveu Roberta Albuquerque.

4. Tente descansar

(Mihtiander/Thinkstock/Getty Images)

É claro que os pais ficam responsáveis pela maior parte dos cuidados com os filhos nos primeiros meses, mas lembre-se sempre do item anterior. Pedir a ajuda de familiares ou mesmo amigos é algo positivo, que permite que você tenha tempo – pelo menos alguns minutos – para fazer algo relaxante: tomar um banho com calma, tirar uma soneca, assistir a um episódio da série que tanto gosta, ler um pouco ou mesmo sair para jantar.

5. Entenda o que funciona para vocês

(Oksun70/Thinkstock/Getty Images)

Apesar dos conselhos serem importantes, é só na prática que os pais descobrem o que realmente funciona para os filhos. Por esse motivo, é importante estar aberto a novas possibilidades. “Além da rotina, caderno de anotações, carinho e muita atenção, eu usava durante o dia – já que o meu marido não estava em casa – um camisão dele. Quando entrava no quarto enquanto os bebês dormiam, a roupa com o cheiro do pai os ajudava a não acordar desesperados para mamar. Isso também me deixava mais tranquila e menos ansiosa”, afirmou a mamãe Érica. Quando se trata de filhos, não existe certo e errado: mas, sim, o que se adequa para cada um. “Eu optei por não mudar o esquema da família toda. Então, só eu e meu marido fomos fazer uma rotina com elas e deu supercerto. Isso ajuda qualquer criança a se adaptar e é impressionante porque, mesmo sendo pequenas, elas já sabem o que vai acontecer ao decorrer do dia”, ressaltou Lady.

6. Aproveite os momentos juntos

(Digital Vision)

Sim, a vida de pais de gêmeos é cansativa, afinal, são muitas demandas! Mas apesar disso, é sempre bom exercitar o olhar e enxergar o lado bom: o fato de vocês estarem se descobrindo como mãe e pai e terem a oportunidade de acompanhar de perto as conquistas diárias dos filhotes. “Eu curtia sem ansiedade a amamentação. Tudo era muito gostoso e cada momento de descoberta, especial. Amo ser mãe de gêmeos”, declarou Érica Moreira. A mamãe Luciana também vê as coisas por uma ótica positiva: “Ser mãe de gêmeos é sentir que Deus nos capacita e nos dá forças. Cuidar de um bebê é tranquilo, mas cuidar de dois ou mais do mesmo tamanho, com as mesmas necessidades, e mesmo assim manter a calma e a serenidade, realmente é Deus nos mostrando como somos capazes. Há sempre um jeito: tem colo para dois, carinho ao mesmo tempo, banho, dar almoço para um enquanto embala o outro nos braços”. O tempo vai passar e você vai se emocionar cada vez mais com a cumplicidade que crescerá entre os irmãos!

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s